quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Minas Gerais reduz fila para transplantes de córneas

FOTOS: Mochélle Toledo


Pela primeira vez, desde 1998, a fila de espera por uma córnea no Complexo MG Transplantes ficou abaixo de mil pacientes: a lista fechou em julho com 989 nomes. O volume menor é resultado do processo de redução do tempo de espera e do aumento do número de transplantes de córneas realizado no Estado. Em julho, a captação de córneas bateu recorde, com 312 doações. Segundo o coordenador do Núcleo de Córneas, Paulo Lener, atualmente o tempo de espera por uma córnea é de um ano e três meses, enquanto que, há um ano, era de 20 meses. “A meta para daqui a um ano é reduzir o tempo de espera para, no máximo, cinco meses, levando-se em consideração que todos os meses entram cerca de 100 pacientes na fila”, explicou. Crianças até 7 anos têm prioridade e não esperam mais do que dez dias na fila e as urgências, geralmente, não passam de 24 horas. O transplante de córneas é indicado nos casos em que a pessoa tem baixa visual decorrente de alguma doença da córnea. As mais comuns são a ceratopatia bolhosa (edema da córnea) ceratocone (afinamento central da córnea), cicatrizes corneanas por traumatismo ou infecções. Recorde No primeiro semestre de 2008, o Complexo MG Transplantes bateu todos os recordes desde a sua fundação, em 1992, em número de captações e transplantes. Foram captados 1.870 e transplantados 1.039 órgãos e tecidos. Com a previsão de realizar 2.062 transplantes este ano, o Complexo MG Transplantes também vai bater o recorde anual, desde a sua criação. O crescimento no número de captações de órgãos e tecido se deve a um trabalho intenso que a direção do Complexo MG Transplantes vem fazendo junto às regionais, às comissões intra-hospitalares e divulgação da importância da doação, com palestras em empresas, faculdades, igrejas e outros públicos. Minas é o segundo estado do país em transplantes e tem um dos menores tempos de espera. Até julho deste ano foram realizados 1.214 transplantes e 4.133 estão na fila de espera. Referência nacional O Banco de Olhos do Hospital João XXIII é referência nacional e um dos melhores do país. Classificado pela Associação Panamericana de Banco de Olhos-Apabo com padrão de excelência em termos de equipamentos, a unidade já serviu de modelo para implantação de outros bancos, além de ser referência para treinamento de técnicos de outras localidades. A Apabo tem sede nos Estados Unidos e escritório em diversos países e tem atuação muito importante no sentido de profissionalizar o funcionamento de Banco de Olhos em todo o Continente Americano Seguindo 100% das normas internacionais, o Banco de Olhos do Hospital João XXIII foi implantado em 2005, na gestão do governador Aécio Neves, com equipamentos de última geração e investimentos de R$ 300 mil. De acordo com a diretora responsável técnica adjunta pelo banco, Márcia Salomão, um dos aparelhos adquiridos é o microscópio especular, o primeiro instalado em Minas e um dos melhores que existem no mundo para avaliação do número de células da camada endotelial da córnea, além de ser específico para Banco de olhos. É por meio do microscópio especular e da lâmpada de fenda que se avalia a qualidade da córnea de doadores. Outro aparelho é a Câmara de Segurança Biológica, a chamada capela. É nela que é feita a preservação da córnea doada, evitando a contaminação do tecido e riscos para a equipe do banco. O Banco de Olhos de Belo Horizonte presta consultoria à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e ao Sistema Nacional de Transplantes na revisão da normatização dos bancos de olhos do país. Em Minas, os municípios de Alfenas, Juiz de Fora e Uberlândia também possuem bancos de olhos e, nos próximos meses, será inaugurado um em Governador Valadares. Os bancos de tecidos oculares humanos têm uma importante atuação, como ressalta Paulo Lener, desde a captação nos doadores, a retirada, análise e avaliação da córnea doada, garantindo a qualidade no transplante. Para ser doador de córneas não existe limite de idade, basta que a pessoa tenha mais de dois anos, não tenha morrido de infecção generalizada, Aids, Hepatite B ou C ou doença desconhecida. A fila é única e as cirurgias podem ser realizadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), convênio ou particular e o tempo de espera é o mesmo para todos. Informações sobre doações de transplantes - 0800.2837183.

7 comentários:

graciele disse...

Meu nome é Graciele e tenho 23anos, na verdade isso não seria um comentário, mas sim uma dúvida, sou portadora do ceratocone há + ou - 3 anos,faço uso de lentes de contato rigidas q me trasem muitos transtornos, ultimamente percebo q minha dificuldade p enxergar tem aumentado consideravelmente...gostaria de saber como posso fazer p entrar na fila de espera por uma córnea, já q todos os profissionais q procurei me alertaram quanto a necessidade do transplante.Desde já gradeço e peço encarecidamente uma resposta.

kathrein rejane silva de disse...

Meu nome é kathrein Rejane Silva de Lourdes , sou de ouro Preto ,tenho 32 anos ,gostei de saber que a fila de espera para transplante de córnea está cada vez menor ,pois tenho ceratocone ,descobri a uns 4 anos , faço o uso de lentes de contato e de óculos, poiis meus olhos ficam muito irritado ,usoo os óculos para diminuir a irritação.Mas mesmo assim percebo que a minha visão vem piorando ,pois sinto muita dificuldade para enxergar mesmo fazendo o uso dos dois .Já dei entrada pelop SUS para fazer o tratamento em BH , mas o que eu gostaria de saber é se existe algum cadastro ,como em Sorocaba SP.fiz lá o cadastro ,já tive uma primeira consulta para uma avaliação ,agora aguardo para fazer um outro exame .Bem ir até Sorocaba não é fácil,o custo é muito pra mim ,por isso gostaria de passar a fazer o tratamento aqui mesmo em MG.Os profissionais o quais eu fiz as consultas me disseram que o meu problema se resolve com um transplante . Aguardo ansiosamente sua resposta .Desde já agradeço.

Anônimo disse...

Meu nome é Simone moro em Ouro Preto MG,tenho 28anos sou portadora de ceratone há + ou - 9 anos tenho muitas dificuldades com as lentes.gostaria de saber o que devo fazer para entrar no banco de espera para o transplante.

mauriceia disse...

mauriceia franca
minh afilha tem 16 anos e precisa fazer transplante de cornea , voces tem convenio com o exercito ?
manda um email pra mim por favor..
mauriceiateixeira36@hotmail.com

Maria do Carmo Ferreira disse...

oi boa tarde! gostaria de saber como faço pra mim escrever pra trasplante das corneas? as minhas estão degeneradas.enchergo pouca coisa e cada vez mais esta piorando,dependo das pessoas. fico na espera de resposta morro na bahia. emeil:docarmocupertino@gmail.com muito obrigado pela atenção...

Maria do Carmo Ferreira disse...

oi boa tarde! gostaria de saber como faço pra mim escrever pra trasplante das corneas? as minhas estão degeneradas.enchergo pouca coisa e cada vez mais esta piorando,dependo das pessoas. fico na espera de resposta morro na bahia. emeil:docarmocupertino@gmail.com muito obrigado pela atenção...

saninha disse...

meu imail e lis-1912@hotmail.com,,,me ajudem meu filho ta com ceratocone o medico ainda nao leu o laudo do topograma,,mas estou aflita pois acho que ta garave ,,posso doar minha cornea ,,sou mae,,se precisar faria,,o medico dele viajou,,to com medo muito medo chorando muito e a base de calmantes ,,ele tem 16 anos abraços