quinta-feira, 26 de março de 2009

EX - GOLEIRO DO ATENEU E SELEÇÃO BRASILEIRA FAZ UM DESABAFO

FOTOS DIVULGAÇÃO
Samuel Nunes Repórter
Na série de matérias sobre a relevância de se construir um estádio de futebol anexo a uma Vila Olímpica, O NORTE volta à história 30 anos e entrevista o 2° jogador montes-clarense a vestir a camisa da seleção brasileira de futebol. Trata-se de Ricardo Martinelli, goleiro do Ateneu em 1978 e que foi convocado para a seleção brasileira, tendo passagem também por alguns clubes do país como o Atlético Mineiro.
(foto: ARQUIVO)Na época em que passou pela seleçãobrasileira de juniores, em 1981.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
- Martinelli, você mora no Estados Unidos. Conte um pouco da sua vida aí na America, e a sua trajetória como jogador de futebol.
- Estou aqui nos estados Unidos desde 1990. Moro em Boston e trabalho nos Correios americano. Sobre o futebol fui campeão pelo Ateneu em 1978 e logo fui para o Atlético Mineiro onde ganhei uma taça cidade São Paulo e quatro campeonatos mineiros de juniores. Tive cinco convocações para a seleção brasileira de juniores.
Também tive passagens por outras equipes, como por exemplo, Guarani de Divinópolis, Rio Branco de Andradas, Vitória da Bahia, Atlético paranaense, XV de Jau time do interior do estado de São Paulo e também no futebol do estado do Maranhão.
- Mesmo morando fora do país há muitos anos, sua opinião é de extrema importância quanto à construção de um estádio de futebol e uma Vila Olímpica.
- A construção do Mocão e de fundamental importância para o futebol de Montes claros. Penso que já esta na hora de Montes claros ter um time na primeira divisão do campeonato mineiro.
Acredito que todos podem sair ganhando se este estádio for construído. Com relação à Vila Olímpica, penso semelhantemente, pois seria primordial para a formação de atletas.
Moro em Boston, onde o índice de violência é baixo. Isto se deve muito ao investimento que é feito no esporte nos Estados Unidos.
- Qual deveria ser o procedimento adotado para que tanto o estádio de futebol quanto a Vila Olímpica saiam de fato do papel e o sonho de inúmeros montes-clarenses torne- se uma realidade?
É precisou ter apoio financeiro, e acredito que as grandes empresas daí podem patrocinar estes dois investimentos. Por aqui, firmas que patrocinam as modalidades esportivas estão sempre ligadas aos clubes, e com isso, tem a sua imagem divulgada.
Por fim gostaria de ver Montes Claros aparecer no futebol brasileiro, e acredito que após a construção de um bom estádio de futebol e de uma Vila Olímpica isso será possível. De Boston, Estados Unidos, um abraço a todos os amigos de Montes Claros. Até mais!

3 comentários:

Giovanni Pacheco disse...

Prezado Xu Medeiros

Essa reportagem foi de grande valia. Completou um trabalho que estou fazendo sobre os atletas que vestiram a camisa da seleção em todos os tempos. Só através da reportagem pude obter informações sobre o Martinelli.
Seria possível conseguir a data de nascimento dele?

Abraço e parabéns

Anônimo disse...

Martinelli,
Servi o 55º- BI e seu pai era o sargento Martinelli.Nesta época passei a desempenhar mais minha posição de goleiro. Comecei no futsal. Voce foi treinar no campo do BI. Eu ficava olhando e queria aprender a voar com seu estilo. Queria sua posição, eu tinha meus recursos, mas o seus eram maiores.Logo que servir o BI, em 77, fui, em 78 morar em Salvador-Ba, joguei na várzea, fui convidado à treinar no Galícia de Washington que foi brilhar no Fluminense do Rio e do goleiro Ferreira que se transformou em treinador. Porém, pobre e sem trabalho, fui pressionado pela minha mãe a não ir, pois, jogar futebol era coisa de moleque.
Fui morar no Rio, jogando na praia de Icaraí, fui chamado por um senhor à me apresentar na Gávea e com seu cartão de apresentação "o Raul,Cantarelli vai dar orientações para voce".
Não foi possível ir com o cartão, tomava conta de uma loja, abria e fechava, não podia ir, era o meu sustento em uma terra de eu sozinho.
Foi quando fiquei sabendo que voce estava no Galo e depois foi servir a seleção de novos na olimpíadas de Los Angeles. Fiquei orgulhoso de seu sucesso.
Duas histórias diferentes de duas pessoas apaixonadas por Moc.
Mande lembranças para zseu pai, se ainda estiver vivo. Ele era uma fugura marcante no BI. Segurou muito a minha barra.

$uce$$o$.

http://twitter.com/cabrito2606

Anônimo disse...

Ola
Martnelii
Não sei se vc lembra de mim.
Fomos colegas de sala de aula no Colégio Tiradentes. Tinha o aplido de boquita. Lembra do colega ELINO(atleticano doente), que era goleiro tb. Ate hoje tenho contato com ele em Montes Claros. Manda noticias. edsonac2005@yahoo.com.br