terça-feira, 2 de setembro de 2008

Governo inicia cursos do PEP em 34 municípios mineiros

FOTO XU MEDEIROS

Mais de 10 mil jovens mineiros iniciaram nesta semana (1º) os cursos gratuitos do Programa de Educação Profissional (PEP) oferecido pelo Governo de Minas. O vice-governador Antonio Augusto Junho Anastasia e a secretária de Estado de Educação, Vanessa Guimarães Pinto, visitaram o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em Belo Horizonte, uma das 33 instituições credenciadas pelo Estado para oferecer 87 opções de cursos profissionalizantes nesta edição. O programa vai atender 43 mil alunos aprovados no processo seletivo. Esses alunos estão matriculados no 2º e 3º anos do ensino médio da rede estadual ou já concluíram o ensino médio em qualquer rede de ensino e têm idade entre 18 e 24 anos. Durante a visita aos laboratórios de Hotelaria e Enfermagem, o vice-governador Antonio Anastasia afirmou que o PEP representa a melhoria da qualificação da mão-de-obra. “É difícil mensurar a importância de programas do Estado, mas acredito que o PEP certamente está entre os mais importantes projetos em ação no atual Governo. Estamos lançando mais uma etapa, superando as metas de 2008 e vamos expandir ainda mais em 2009 e 2010. Estamos preparando mão-de-obra qualificada de jovens mineiros para empregos que estão sendo gerados aqui em Minas Gerais”, disse. Até 2010, o Estado tem como meta criar oportunidade de formação técnica para 110 mil jovens. “Nesse momento Minas Gerais vive um grande ciclo virtuoso da nossa economia com um boom de empresas, empregos em várias áreas, não só siderúrgicas, mas o agronegócio, serviços, indústrias de um modo geral. É fundamental termos mão-de-obra qualificada para isso. Notávamos que havia uma deficiência nessa área e por isso esse projeto, muito aplaudido e que está em franca expansão”, garantiu. Com as novas vagas do PEP, 43.143 jovens estão matriculados em um curso profissionalizante gratuito esse ano, ultrapassando a meta para 2008, que era de 36,6 mil estudantes. O custo médio por aluno durante todo o curso é de R$ 3.640,00 e a duração do curso pode variar de 12 a 34 meses. Em 2008, o Estado está investindo R$ 83,6 milhões no PEP. Para a secretária de Estado de Educação, Vanessa Guimarães Pinto, o objetivo é disponibilizar rapidamente às empresas, estudantes com formação profissional para ingresso no mercado de trabalho oriundos das escolas de todas as redes – estadual, municipal, federal e privada. A secretária explicou que os cursos ministrados pelas instituições parceiras, incluindo a freqüência e o desempenho dos alunos, são acompanhados e controlados pela SEE, gestora do programa e que define as metas e os resultados. As instituições privadas são selecionadas através de edital e atualmente o PEP é oferecido em 67 instituições de 84 municípios, somadas as duas edições. Segundo Vanessa, a taxa de evasão da primeira edição atingiu 2%, mas pode subir no segundo semestre. “Existe demanda por técnicos mesmo antes de eles concluírem os cursos, isso tem impactado um pouco, mas não devem ultrapassar 10% em 2008”, disse. Mais de 57 mil adolescentes e jovens se inscreveram para concorrer a uma das vagas do PEP dessa segunda edição, que beneficia 34 cidades no Estado. A estudante Camila Luiza Hermógenes Borges, de 17 anos, cursa o ensino médio na Escola Estadual Governador Milton Campos, e é um dos jovens beneficiados. Ela soube da seleção para estudar gratuitamente pelo pai, que leu a notícia no jornal. "É uma oportunidade que vai me ajudar muito. Caiu na prova tudo o que aprendi até hoje na escola", garantiu a estudante, que adora a disciplina de Biologia. Cursos mais procurados O curso mais concorrido do PEP em todo o Estado foi o de Técnico em Informática do município de Governador Valadares, no Leste de Minas. Foram 38 candidatos por vaga, mais disputado que o vestibular 2008 para o curso superior de medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que teve 31,98 candidatos/vaga. Em Belo Horizonte, o curso mais concorrido foi o de Técnico em Informática, com 30 candidatos por vaga, seguido pelos cursos técnicos em Estética, com 18, Nutrição e Dietética, com 15, e Técnico em Mineração, com 14 candidatos/vaga.

7 comentários:

Anônimo disse...

gostaria de saber como é essa prova.???
quais matérias ela contém....
voces poderiam me ajudar.?
grato

Anônimo disse...

o gente me ajuda ai eu preciso saber as materias que cai na prova pra mim estudar?/
me responde rafaelacristina44@yahoo.com.br

Anônimo disse...

Anônima pergunta....
gostaria de saber si uma pessoa de 50 anos pode fazer as provas ?

Anônimo disse...

oooii achei super informativo bem utiul mas gostaria de saber se é mesmo só até amanha para se inscrever fiquei sabendo só hoje que é 27/02 eu gostaria muito de ter a oportunidade de fazer o curso mas se não for dessa vez quero fazer da proxima por isso presiso saber como me inscrever e horarios e materias que caem na prova de selção um super bjão !!!!!!!!e quais são os cursos disponiveis.................

adilmgbht@hotmail.com disse...

so pode fazer as provas só quem tem entre 18 e 24 anos ?
e quem tem acima pode fazer ou não ?

Anônimo disse...

preciso de informaçoes objetivas sobre o pep

Anônimo disse...

quero e preciso muito fazer um curso tecnico para isso preciso de informações